quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Fundação da beleza


Fundação da beleza
Estão ali, pintadas nas paredes e nos tetos das cavernas.


Estas figuras, bisões, alces, ursos, cavalos, águias, mulheres, homens, não têm idade. Nasceram há milhares e milhares de anos, mas nascem de novo a cada vez que alguém as olha.


Como eles conseguiram, nossos remotos avós, pintar de maneira tão delicada? Como eles conseguiram, esses brutos que de mão limpa lutavam contra as feras, criar figuras tão cheias de graça?Como eles conseguiram desenhar essas linhas voadoras que escapam da rocha e se vão para o ar? Como eles conseguiram …?


Ou seriam elas?


Eduardo Galeano - Le Monde Diplomatique

5 comentários:

  1. Gosto muito do seu blog, ele me prende de tal forma que eu esqueço o meu e os demais... Beijinho.

    ResponderExcluir
  2. Bem se diz que a arte não tem idade...
    Um abraço

    ResponderExcluir
  3. A arte é vida, e em todas as épocas esta presente,que seria do homem sem a beleza da arte
    beijos

    ResponderExcluir
  4. Na intenção de divulgar o meu trabalho, cheguei até aqui. Muito bom o seu espaço, gostei bastante. Certamente voltarei mais vezes. Aproveito para convidar a conhecer FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER...em http://www.silnunesprof.blogspot.com
    Se você gosta de histórias, garanto que vai gostar.
    Saudações Florestais !

    ResponderExcluir
  5. oie...obrigada por linkar meu blog, estou te seguindo tb.
    está rolando pela blogosfera um desafio literário, eu participo e uns outros 50 blog tb.

    vê lá e participa.

    bjs

    o limk é www.romancegracinha.com

    ResponderExcluir