sábado, 17 de março de 2012

O adolescente


Mario Quintana

A vida é tão bela que chega a dar medo.
Não o medo que paralisa e gela,
Estátua súbita,
mas esse medo fascinante e fremente de curiosidade que faz
o jovem felino seguir para a frente e farejando o vento
ao sair, a primeira vez, da gruta.

Medo que ofusca: luz!

Cumplicimente,
as folhas contam-te um segredo
velho como o mundo:

Adolescente, olha! A vida é nova...
A vida é nova e anda nua
- vestida apenas com o teu desejo!

3 comentários:

  1. Olá!Boa noite!
    Belo blog!
    Estilo diferente de poetar...hum...gostei!Demais!
    Obrigado pela participação em meu blog!
    Muito feliz e honrado!
    Boa terça!
    abraços!

    ResponderExcluir
  2. “IX CONCURSO PLÍNIO MOTTA DE POESIAS”

    A Academia Machadense de Letras (Machado-MG / Brasil) comunica a realização em novembro de 2013 de seu IX Concurso de Poesias. A taxa é de R$ 5,00 (esse valor pode ser colocado no envelope) e as inscrições terminam no dia 14 de agosto de 2013. Gostaria de Participar?
    Para receber gratuitamente o regulamento em arquivo PDF, entre outras informações, entre em contato através do e-mail: machadocultural@gmail.com

    ResponderExcluir